Auditoria de Estoques

em produtos tagg inventario, auditoria de estoques, logistica

Ao menos uma vez por ano, as empresas devem inventariar seus estoques de materiais (matérias primas, materiais de embalagem, produto acabado, etc.), produtos em elaboração, serviços em andamento e mercadorias para revenda. Estas informações serão escrituradas em Livro Fiscal específico para atender às legislações Estadual e Federal.

Tal inventário deve ser escriturado no “Livro de Registro de Inventário”, sendo que devem ser observadas as prescrições fiscais exigidas (ICMS, IPI e Imposto de Renda). Por determinação da legislação do Imposto de Renda, as datas de escrituração do inventário variam conforme o sistema de tributação adotado pela empresa. Veja abaixo qual é o seu caso:

  • Lucro real trimestral - O inventário deve ser feito no fim de cada trimestre (respectivamente em 31 de março, 30 de junho, 30 de setembro e 31 de dezembro);
  • Lucro real mensal por estimativa, lucro presumido e simples (ME e EPP) - O levantamento deve ser feito em 31 de dezembro. Nesse caso é importante ressaltar que apontamento com exatidão do estoque no fim de cada mês tem interferência direta no resultado a ser apurado e que servirá como base de cálculo para apuração dos impostos devidos à Receita Federal.
  • Incorporação, fusão, cisão e encerramento de atividades - A escrituração deve ser realizada na data da ocorrência do evento.

É altamente recomendável que sejam feitos inventários a cada mudança na liderança ou no controlador dos estoques, afim de proporcionar transparência e atribuir responsabilidade aos gestores.

Fornecemos aos nossos clientes, os seguintes serviços especializados de Inventário de Estoques:

  • Auditoria de Inventário
  • Elaboração das instruções de Inventário
  • Acompanhamento das Contagens
  • Tomada Física Contábil
  • Apontamento de Ajustes
  • Carta de Recomendações
  • Relatório Final

Voltar Interessado?